Autor

23 de outubro de 2013

Prova de avaliação para todos os professores "contratados"

Procede à terceira alteração ao Decreto Regulamentar n.º 3/2008, de 21 de janeiro, que estabelece o regime da prova de avaliação de conhecimentos e capacidades prevista no artigo 22.º do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário.

Publicitação das listas de Reserva de Recrutamento 06 - 2013/2014

Candidatos à Contratação



Docentes de Carreira




Retirados (Docentes de Carreira e Contratação)

15 de outubro de 2013

Mais cortes para o ensino público, mais aumentos para o ensino particular e cooperativo

"OE prevê menos 500 milhões para o ensino básico e secundário
As transferências para os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo sofrem um aumento


A fatia do Orçamento de Estado (OE) de 2014 destinada ao ensino básico e secundário vai ser inferior em quase 8% em comparação com o que aconteceu este ano. A despesa estimada baixa da fasquia dos 6 mil milhões de euros, com o governo a destinar menos dinheiro à escola pública. Em sentido contrário, as transferências para os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo sofrem um aumento, bem como o investimento da Parque Escolar."



14 de outubro de 2013

O fim do concurso anual de professores...

... e reforço da contratação de escola amigos, conhecidos, namorados e até cônjuges. 


Até onde vai a importação de modos menos transparentes aplicados pelos países mais corruptos? 

E querem nos fazer pensar, estes chico-espertos, que o modelo aplicado no privado, onde o patrão emprega quem quer, é passível de aplicação isenta pelos gestores da coisa pública. Estes fundamentalistas do privado não enxergam sequer as identidades e os diferentes contextos dos dois sistemas e andam para aí a pôr os palpites em letra de lei!

Um quarto das escolas terá autonomia antes de Janeiro

2 de outubro de 2013

Ainda por Fafe (Montelongo): Copy/Paste

É favor actualizar o modelo, corrigir e datar. Incoerências assinaladas a linha vermelha.

Por Fafe (Montelongo): Não vá o Mundo acabar antes de 31 de Agosto...

Para além de alguém se andar a esquecer de colocar os horários a concurso, agora inventaram um novo enquadramento jurídico para o termo dos horários anuais, pois consideram-nos a Termo Resolutivo Incerto

Realmente, por Fafe, o futuro anda muito incerto para quem no passado andou menos certo...

Não sendo esta escola TEIP, nem tendo autonomia, tenho muitas dúvidas que não haja ninguém por colocar no grupo 500 e que tenha manifestado preferência em Reserva de Recrutamento para um horário completo e anual nesta escola, no seu concelho ou  QZP, pois só assim, penso eu, pode ocorrer este concurso de Contratação de Escola! Mas... (Actualização) Mas podia ter havido "duas não aceitações, referentes ao mesmo horário, nas colocações da reserva de recrutamento." 

http://e.montelongo.pt/docs_ce/docs2013_2014/Edital%20CE%201213%20Mat.pdf

Publicitação das listas de Reserva de Recrutamento 03 - 2013/2014

Candidatos à Contratação



Docentes de Carreira




Retirados (Docentes de Carreira e Contratação)

Enquanto não sai a RR3...

Escola fechada a cadeado por causa da falta de professores

1 de outubro de 2013

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena" e a DGAE faz o seu trabalho...

Lembram-se desta pergunta:

Como é que um professor alegadamente do quadro concorre e é seleccionado em Contratação de Escola?


Antes (Horário ocupado):


Depois (Candidatos notificados):

http://www.esrt.pt/index.php/m-docentes/m-docentes-concursos/212-aviso-de-abertura-n-1-2013-14-05-09-2013

Hoje no CORREIO da manhã: Escolas abrem concursos ilegais

Professores denunciam na internet irregularidades. Tutela diz que Inspeção está a intervir 
"Dezenas de irregularidades nos concursos abertos pelas escolas para contratar diretamente professores têm sido denunciadas em blogues de educação, tal como em anos anteriores. Este ano foram já abertos na plataforma eletrónica do Ministério da Educação e Ciência (MEC) concursos para recrutar mais de cinco mil docentes através deste processo, designado contratação de escola. E há já 161 escolas e agrupamentos, quase 20% do total, obrigados a usar este método. São escolas com contratos de autonomia ou em zonas carenciadas, designadas Territórios Educativos de Intervenção Prioritária."