Autor

13 de junho de 2013

Pais exigem anulação de exames se algum aluno não puder fazer provas


Entrevistas de hoje a Nuno Crato na RTP e a Mário Nogueira na TVI


Entrevista a Nuno Crato – RTP

Entrevista a Mário Nogueira – TVI

Governo compromete-se a aumentar o número de alunos por turma

Ler mais: http://www.jornaldenegocios.pt/economia/educacao/detalhe/fmi_recomenda_aumentar_o_numero_de_alunos_por_turma.html

O pré-escolar não é um nível de ensino? Os educadores de infância não são docentes?


Mensagem n.8/JNE/2013:

"5. A fim de poder ser assegurada a realização das provas e exames do dia 17 de junho, os diretores/presidentes de CAP devem convocar para o serviço de exames, nomeadamente, para o serviço de vigilância, todos os docentes de todos os níveis de ensino pertencentes aos respetivos agrupamentos de escolas ou escolas não agrupadas, cumprindo as regras em vigor para o serviço de vigilância."

Por precaução, sindicatos de professores marcam novo período de greves às avaliações entre 24 e 28 de junho

Ler mais: http://www.publico.pt/sociedade/noticia/fenprof-professores-alargam-preaviso-de-greve-como-medida-cautelar-1597282

Assim está melhor...

Governo marca “serviços máximos” nos exames mas pode ser insuficiente


“Se, por hipótese, eu preciso de 50 professores e só tiver 20, irei ligar logo para o Juri Nacional de Exames para saber o que faço. Neste momento, não tenho qualquer orientação sobre o que fazer”, admite à Renascença o presidente do agrupamento de escolas de Carcavelos e dirigente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas, Adelino Calado

Mais um iluminado que nasceu director

Dirigentes escolares: Em dia de exames professores não estão de férias


"Manuel Pereira, presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares, diz que o Ministério tem toda a legitimidade para tomar esta decisão, embora ele considere que não era necessário e explica porquê.
«Convém não esquecer que nos dias de exames os professores não estão de férias e os professores que não estiverem em greve têm que estar na escola, por isso bastava avisar as pessoas que teriam que estar disponíveis para acompanhar exames caso existissem faltas por causa da greve», adianta."

A liberdade deve ser usada sob pena de cair em desuso