Autor

24 de junho de 2013

Greve às avaliações mantém-se esta terça-feira


“O Ministério da Educação reuniu connosco cerca de uma hora mas já se ausentou há três horas e não o vimos mais. O que houve foi troca de entendimento entre as partes e as nossas são conhecidas”, afirmou Mário Nogueira aos jornalistas.

“Como vimos passar há pouco num rodapé de uns canais que havia um princípio de entendimento, viemos dizer que não há princípio de entendimento nem de desentendimento, não há nada. Porque ainda não há documento”, acrescentou o responsável.

“Foi-nos dito que iria ser entregue hoje. O que iremos propor é que se transfira para amanhã a continuação da reunião e o que iremos dizer aos professores é que estão de parabéns hoje porque fizeram uma enorme greve às avaliações e amanhã devem continuar a fazê-lá.”

Ler mais:

REUNIÃO NO MEC PROSSEGUE AINDA HOJE.


"REUNIÃO NO MEC PROSSEGUE AINDA HOJE. A LUTA CONTINUA AMANHÃ!

A obtenção de ganhos para os professores exige a manutenção dos elevados níveis de adesão à greve às avaliações, amanhã, 25 de Junho, pois dificilmente o processo negocial encerrará hoje.
A FENPROF continua no MEC a discutir as matérias que mobilizam, num processo de luta histórico e sem precedentes, a maioria dos professores portugueses e que mantêm elevados níveis de concretização da greve ao serviço de avaliações.
Na reunião de hoje, o MEC, sob uma forte pressão dos professores, pediu a sua interrupção para poder apreciar as propostas sindicais e apresentar uma proposta negocial, em papel, preto no branco, tal como foi exigido pela FENPROF, que se aproxime das exigências sindicais em relação à mobilidade especial e interna, em relação ao aumento do horário de trabalho para as 40 horas e à consagração de um conjunto de atividades dos docentes no âmbito da componente letiva para todos os professores, bem como a integração da direção de turma na componente letiva.
Prevendo-se a inexistência de condições para que possa ser fechado este processo durante o dia de hoje e podendo surgir alguma contra-informação para desmobilizar professores e educadores, a FENPROF dirige um forte apelo para que durante o dia de amanhã se prossiga com a greve às avaliações em todas as reuniões previstas, garantindo-se, dessa forma, as condições para a melhor defesa dos direitos e dos interesses dos docentes e da escola pública.
TENDO EM CONTA QUE HAVERÁ DESENVOLVIMENTOS INFORMATIVOS SOBRE ESTA REUNIÃO, DURANTE A NOITE, É FUNDAMENTAL QUE TODOS ACOMPANHEMOS, ATRAVÉS DOS ÓRGÃOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL E DOS SITES DOS SINDICATOS DA FENPROF E DA PRÓPRIA FEDERAÇÃO, O RELATO DOS ACONTECIMENTOS.

O Secretariado Nacional"

Nota: A cor vermelha do texto é da autoria do blogue. Retirado do site da Fenprof